Anúncios | Artigos | Galeria |  Fórum   | Eventos | Utilizadores | Top | Raças | Diários | Quem?

Utilizador:
Password:
Memorizar-me


== DIÁRIOS ==
  
Todos




"FARRUSCA - Uma cadelinha cheia de amor"

[ Europe/Lisbon ] 2012/01/19 00:18 "Ao fim de 6 anos estou em Lisboa"

Agora estou muito feliz. Finalmente estou em casa dos meus donos na companhia dos amigos gatinhos. O avô ficou doente e não pode estar mais comigo

Todos me receberam bem embora desconfiados por verem esta nova companheira.

Agora ando mais vezes de carro e porto-me muito bem e vou muitas vezes à rua com a minha dona.

Também já aprendi a dormir no sofá que acabo sempre por partilhar com algum dos meus "amigos" gatinhos.

Resumindo, agora estou muito feliz......

... Comentários ( 1 ) ...
[ Europe/Lisbon ] 2007/04/19 16:22 "A Páscoa com os meus donos"

A Páscoa veio e já partiu e com ela vieram os meus donos mas tembém eles partiram nessa altura.

É sempre com muita alegria que os recebo e recebo todos os mimos que eles tem para mim.

Desta vez a visita teve mais um acontecimento - como já estava calorzinho por aqui tive direito a banho.

Pois foi, levei uma bela banhoca mas desta vez foi em casa que ainda não estava tempo para banhos ao ar livre como da outra vez.

A minha dona meteu-me dentro do poliban e levei um duche morninho com direito a shampoo e escova para esfregar o meu belo pelinho, só uma coisa eu não gostei foi de sentir as minhas unhitas no fundo escorregadio do poliban e assim que tomei banho escapei-me muito rápidamente cá para fora.... nem imaginam o estardalhaço que eu fiz a sacudir-me toda antes que a minha dona pudesse secar-me........ era água por todo o lado ....... e mesmo depois de ter sido limpa com os meus dois toalhões ainda eu me sacudia e havia água pelo ar....

A seguir e depois de muito bem limpinha a minha dona colocou-me a trela e lá vim eu para o solinho das escadas para aquecer e a seguir escovou-me muito bem para o meu pelinho ficar lindo.

Eu não gosto muito de estar ali presa mas da outra vez quando tomei banho a primeira coisa que fiz foi rebolar-me no chão na terra, fiquei logo cheia de pó e a minha dona ficou muito triste porque eu estava tão bonita e escovadinha e assim fiquei com o meu pelo mais áspero.

Agora já estou mais cheirosa mas quando a minha dona vier em Junho já sei que vai haver banho outra vez mas aí já será ao ar livre que já está o tempo mais quentinho...

Eu depois conto.

E por agora já está.

Abraços e lambidelas desta vossa amiga

Farrusca

... Comentários ( 0 ) ...
[ Europe/Lisbon ] 2007/02/16 12:17 "A vida continua....."

À muito tempo que não escrevo aqui....

A minha vida continua igual... quer dizer..... não é bem igual, afinal o meu companheiro desapareceu sem deixar rasto, é verdade, o Amigo foi passear e não voltou. Não sei o que lhe aconteceu, não faço mesmo ideia mas com tantas estradas por aqui e tanto mato também pode estar em qualquer lado, fiquei triste, muito triste mesmo mas a vida continua.

Vivo aqui nas Termas com o Avô. Todos os dias vou dar uma voltinha com ele quando ele vai ao pão e ao jornal, depois passo o tempo aqui na rua onde andam outros amigos que por aqui apareceram e os gatitos que por aqui moram.

Tenho muitas saudades do meus donos e quando eles chegam é uma alegria, dou-lhes beijinhos, festinhas, salto.....fico mesmo feliz pois quando eles estão cá já sei que tenho outros passeios e companhia no quarto para dormir, sim porque eu habituei-me a dormir no quarto dos meus donos na minha caminha mas quando eeles não estão cá fico sózinha no quarto.

Já não estou tão gorda como estava mas toda a gente diz que sou uma menina linda.

E pronto, por agora chega.
Até um dias destes.

Muitas lambidelas da

Farrusca

... Comentários ( 1 ) ...
[ Europe/Lisbon ] 2006/07/18 17:25 "A minha história"

Sou a Farrusca, não sei onde nasci nem sei a minha idade exacta.

As minhas memórias vão só até ao dia em que fui atirada para um quintal junto à casa do meu avô paterno (o pai do meu dono).
Assim sendo adoptei como terra natal as Termas de S.Pedro do Sul, uma simpática aldeia da Beira Alta onde ainda hoje vivo.

Por ali fui andando e sendo alimentada e acarinhada por algumas pessoas da rua e pelo meu dono.
Também me lembro que no verão passado tive 4 bébés, não sei se eram machos ou fêmeas (a minha memória não está muito boa) mas como aquela terra tem sempre muita gente no verão os meu meninos foram levados (só eu sei quantas vezes me lembro deles sem saber se estão bem!!!). Eu bem os tinha escondido num buraco à beira do rio, mas quando ficaram maiorzitos sairam e foram levados.

Como sou uma cadela muito bonita o ano passado voltei a arranjar namorado, o Amigo, que ainda hoje me acompanha.
Pois é e lá tive eu mais três bébés, 2 meninos e uma menina, (é que os meus donos ainda não o eram realmente),lindos como só os bébés são. Desta vez era inverno e eu voltei a ter os meus bébé no mesmo buraco à beira do rio, não era muito quente mas pelo menos estavam abrigados da chuva e do vento e era menos frio que a rua.

Corria o mês de Dezembro, frio e muito chuvoso, numa das noites chuveu tanto que eu vi o rio a encher muito e com medo que chegasse aos meus bébés, trouxe-os um a um para debaixo de uma ponte onde ficaram num sitio alto e mesmo debaixo do tabuleiro, assim ficariam a salvo de houvesse cheia.

Um senhor que passave e conhecido do meu dono foi avisá-lo e o meu dono e aminha dona correram para mim com um cesto e recolheram-me mais aos meus filhotes. Ficamos numa arrecadação, não era o melhor mas pelo menos já tinhamos um cesto com uma mantinha para nos manter quentinhos.

Os dias passaram e no final de Dezembro (acho eu) fomos para o Cantinho de Viseu, ali a nossa amiga Ana Vaz tratou-nos muito bem mas arranjou donos para os meu filhotes (infelizmente a menina não sobreviveu) e lá foram eles também, fiquei só e triste mas sabia que os meus donos viriam.

Em Fevereiro foram buscar-me e para que eu não tivesse mais bébés mandaram esterelizar-me, é que é sempre uma incerteza para qualquer animalzinho que nasce, já há tantos a precisarem de carinho que não é necessário que nasçam mais.

Hoje sou feliz, tenho uma bela casota, tenho uma mantinha e tenho a minha arrecadação muito arranjada para mim, o Amigo também tem direito a ir para lá, tal como tem direito a mimos,desparasitações e alimentação.

Não estou perto dos meus donos mas sei que eles nunca me esqueçem e quando eles chegam tenho uma grande alegria que manifesto com muitos saltos e beijinhos.

E agora chega. Estou cansada de escrever é a minha 1ª carta.

Um dia destes dou mais notícias.

Lambidelas amigas para todos

Farrusca

... Comentários ( 0 ) ...

Autor:
anajorge (Ana Antunes )

Visitas: 2183

Mais Diários deste autor:
  • Negrito e Mimi os meus "filhos-netos"
  • Sou o bébé da casa
  • Estou a crescer
  • A nova meninna a casa
  • Gugu - O meu siamês de belos olhos azuis
  • TERMOS DE USO | Regras de Utilização | Felinus e Cia. - © 2001 - 2018 Equipa Felinus