Anúncios | Artigos | Galeria |  Fórum   | Eventos | Utilizadores | Top | Raças | Diários | Quem?

Utilizador:
Password:
Memorizar-me


== ARTIGOS ==
Site Felinus
Lazer
Entrevistas
Clipping
BD
Newsletters
Encontros
Ajuda
Notícias
Sobre o Site
Informação
Raças
Conselhos
Legislação
Notícias
Campanhas
Crónicas
Histórias Felizes
Ficção
Humor
Opinião
Livros
Revistas
Filmes
Lojas
Veterinários
Alimentação




Artigos  » Informação » Conselhos

Chinchilas

chinchila


Geral


Além de ser um animalzinho extremamente dócil, a chinchila não necessita de cuidados especiais. Esta é a razão do crescimento explosivo dos novos criadores deste bichinho de estimação.

Às vezes a aparência engana, e é assim com a chinchila, quem não a conhece julga que esse bichinho fofinho, que parece de peluche, seja delicado, mas na verdade ele é muito forte e resistente, a ponto de nem pegar doenças. Essas características surgiram devido às condições desfavoráveis em que vivia (Cordilheira dos Andes), com vários predadores e possuindo uma baixa taxa de prolificidade para um animal do seu porte.

Os cuidados com a chinchila são mínimos mas existem:

- É necessário que a serragem da gaiola seja trocada, pelo menos, 1 vez por semana;
- Todos os dias precisa-se colocar 30g de ração própria para chinchila;
- Deixar água fresca à vontade;
- Banho, apenas de pó de mármore, pelo menos 1 vez por semana;
- Deixar uma madeira mole branca, sem tratamento químico para ela gastar os dentinhos;
- Colocar a chinchila na gaiola sempre que não estiver por perto.


Os criadores de chinchila de estimação precisam ter cuidado quando comprarem a ração para seus bichinhos, muitas lojas vendem ração de coelho como se fosse de chinchila.

Como a chinchila é um animal silvestre, os primeiros contactos com as pessoas pode lhe ser um pouco assutador. Em média, o tempo para a chinchila atender pelo nome e tomar liberdade com os donos, tais como segui-lo e subir no colo, é de um mês.

Atenção: Não adquira sua chinchila se esta se comportar de modo agressivo, porque ela não será uma boa mascote.

Elas possuem de 20 a 30 cm de comprimento, têm uma longa e bonita cauda chegando muitas vezes a metade de seu corpo, podem pesar de 500 à 840 gramas, e vivem aproximadamente de 15 a 20 anos.
A Chinchila pode viver em qualquer ambiente, desde que o mesmo seja seco, bem ventilado e abrigado do sol, pois é extremamente limpa e não depreende odores.
Devido a densidade de seus pêlos (cada fio de seu pêlo é 20 vezes mais fino que um cabelo humano e cada raiz tem de 70 a 120 fios) nela não se cria nenhuma espécie de parasitas comuns aos outros animais domésticos. É um animal pacifico e mimoso, adaptando-se facilmente em qualquer ambiente.

Alojamento


Embora durmam todo o dia, as chinchilas à noite, tornam-se bastante activas.

Convém arranjar uma gaiola com espaço para elas se exercitarem convenientemente.

Já existem no mercado gaiolas próprias para elas que têm algumas prateleiras para estas saltarem dum lado para o outro.

As chinchilas são bastante sensíveis ao local em que se coloca a gaiola. Escolha um local seco, que receba luz mas sem apanhar sol directo na gaiola, pois o excesso de calor vai prejudicar a chinchila levando-a a sofrer de uma insolação. A partir dos 25ºC as chinchilas podem sofrer com o calor, o melhor era ter ar condicionado em casa, mas existem algumas técnicas para tentar manter as chinchilas frescas:

- A chinchilla em seu habitat natural é capaz de suportar variações de temperatura muito grandes: de -10º à noite até + 30º durante o dia. No entanto, ela não é capaz de resistir a temperaturas muito maiores que 30º durante um período muito grande. Por esta razão, devemos colocar sua gaiola sempre num local fresco, seco, bem ventilado e sombreado, sem a incidência direta do sol. Nos dias de calor, devemos evitar tirá-las de suas gaiolas, bem como manipulá-las. Assim se procedendo, se adaptam bem em praticamente qualquer lugar. (A temperatura ideal é de 18 a 22 grau C)

- "Quando estou com calor as minhas orelhas ficam mais rosadas. Nos dias de muito calor pode-se refrescar a minha gaiola com garrafas, latas de bebida ou conservadores de frio (que se usa nas geleiras de praia) congeladas e embrulhadas numa meia velha. Uma ventoinha não me refresca porque não suo"

Arranje uma casa em madeira, própria para chinchilas, para estas dormirem durante o dia.

A base da gaiola deve ser forrada com um granulado próprio para efeito, que existe à venda nas lojas de animais.

Para a comida deve-se utilizar uma tigela em barro ou loiça e para a água já existem no nosso mercado biberões próprios. Para o banho de areia deve ser utilizada uma tigela maior do que a da comida.

Autor: Zooexotico
gaiola


Autor: Zooexotico
banheira



























Cuidar


As chinchilas têm um sistema digestivo bastante sensível devendo a sua alimentação ser bastante equilibrada.

Existe no mercado granulados específicos para chinchilas. Pode dar feno e alfafa diariamente e como alimento suplementar, podemos dar alguns frutos: kiwi, maçã, papaia, uvas e também passas de uva. Estas frutas devem ser dadas em pequenas quantidades, para não existirem alterações digestivas (2 a 3 vezes por semana é suficiente). Existem também no nosso mercado barras de cereais e caixas de guloseimas próprias para chinchilas.

As chinchilas não devem ser sobrealimentadas pois isso pode acarretar problemas intestinais.

Tenha em atenção o local onde guarda a comida, especialmente o feno e a alfafa, evitando locais húmidos e sol directo.

A gaiola deve manter-se sempre limpa.

As chinchilas necessitam de um banho diário de areia própria para tal para manterem o pêlo sedoso e limpo. Nunca molhe a sua chinchila com água. Esta areia própria para os banhos é vendida nas lojas de animais.

Arranje uma tigela em barro ou em loiça para colocar a areia, tenha em conta o tamanho da tigela de modo quando a chinchila esta lá dentro a tomar banho não fique entalada.

Os dentes das chinchilas estão sempre em crescimento, para elas os desgastarem coloque dentro da gaiola a casca de um coco (só a casca), para elas roerem ou uma pedra de cálcio própria para chinchilas.


Comportamento


As chinchilas são animais nocturnos, dormindo no ninho durante grande parte do dia e tornando-se activas ao entardecer. Algumas chinchilas aparecem fora do ninho durante o dia, especialmente se ouvirem sons fora do comum, ou se algo lhes desperta a atenção.

As chinchilas não são animais de estimação ideais para crianças. Isto deve-se em parte a estes roedores serem nocturnos, enquanto que as crianças têm um ritmo de vida diurno, além de que o tratamento e o cuidado a ter com elas não é o mais adequado para crianças pequenas.

O seu tratamento não é tão simples como por exemplo o do porquinho da índia.

As chinchilas são animais gentis e muito vivaços, e, desde que ganhem a confiança do seu dono deixam-se manusear. Raramente mordem (não faz parte da sua natureza serem agressivas), são bastantes sociáveis.

A média de vida de uma chinchila é de 18 anos, mas pode chegar aos 20 anos.

Não é conveniente estarem sozinhas pois tornam-se tristes e desenvolvem problemas de comportamento.

Desde que sejam criadas juntas, as chinchilas dão-se sempre bem. Já no caso dos adultos a aceitação de um novo membro não é tão simples se habituarem a conviver uma com a outra.

Não nos podemos esquecer que as chinchilas necessitam de se exercitarem fora da gaiola, pense num horário nocturno para elas passearem. Isto também ajuda as chinchilas a conhecerem e a ganharem confiança no seu dono. Tenha em atenção o local onde vai soltar a sua chinchila, pois estas adoram roer fios eléctricos, plantas e outros objectos.


Como pegar nas chinchilas


"Para me pegar o dono deve apoiar as minhas pernas traseiras numa mão e as da frente na outra mão, um pouco mais elevada. Assim gosto de ser agarrada. Nunca deve pegar-me pelo pêlo, porque se puxar ele cai mas se tal acontecer ele cresce dentro de 90 dias"

Atenção: nunca pegar nas chinchilas pelas orelhas ou pelo rabo, como alguns sites recomendam....!!!!!!!!


Doenças


As chinchilas são animais bastante resistentes as doenças no entanto, convém efectuar um exame periódico.

Maior parte das doenças provém da falta de higiene entre outras coisas.

As doenças que podem aparecer mais frequentemente são as seguintes:

Obstipação Intestinal: alguns dos sintomas são: fezes duras, escuras e finas e em casos mais graves existe a ausência total de fezes.

Regra geral dura pouco tempo e é controlável. Ajuste a alimentação e tenha sempre água fresca à sua disposição. Deixe a sua chinchila exercitar-se bastante. Se a obstipação não for normalizada rapidamente, leve-a ao veterinário.

Diarreia: regra geral, a causa é uma alimentação excessiva ou de má qualidade. Suspenda a alimentação durante 24 horas, ao fim das quais já se começa a notar uma melhoria. Não dê alfafa ou outro suplemento alimentar até que as fezes estejam completamente normalizadas.

Infecções Intestinais: as fezes tornam-se moles e vêem acompanhadas de um muco, a chinchila pode deixar de comer.

Pode ser causada por várias bactérias, que só são detectáveis se for efectuado um exame microscópico.

Constipação: a chinchila apresenta olhos tristes e lacrimejantes.

Estes sintomas podem indicar uma constipação ou nalguns casos pneumonia. Mantenha a chinchila aquecida, suspenda os banhos de areia e forneça-lhe bastante água. Em caso de não haver melhoras leve-a ao veterinário.

Conjuntivite: os olhos ficam inchados e libertam pus. É uma doença bastante comum, pode ocorrer devido a uma alimentação deficiente.

Consulte um veterinário para que este lhe indique qual o medicamento a administrar.

Fungos: as infecções causadas por fungos têm como causa na maior parte das vezes a falta de higiene na gaiola, gaiolas colocadas em locais bastante húmidos e a falta dos banhos de areia.

O pêlo torna-se mais fino e fraco, começando a cair perto dos olhos, focinho e partes genitais, apresentando a pele um tom avermelhado.

Consulte um veterinário para que este lhe indique qual a medicação necessária. O tratamento deve ser feito da maneira correcta pois em casos mal tratados os fungos tendem a reaparecer.





Fontes:
chinchilas
Quinta dos Roedores
Coisas de Chinchilas
As minhas chinchilas
chinchilas
Exóticos - Chinchilas

- psisandra (Sandra Fialho da Silva) [ Europe/Lisbon ] 2004/07/30 15:09

Versão para Impressão Enviar a um amigo

» joao tomas ( joao tomas) » [ Europe/Lisbon ] 2009/11/08 20:37
Boas sou um membro novo a ter adquirido uma chinchila mas com o meu pesar ele de nome pancho faleceu duas semanas depois de o ter adquirido. Estive a ler certos conselhos aqui escritos e ele apareceu primeiro com o coco mole com muco e no dia seguinte com o nariz entupido e ranho em dois dias faleceu nem tive tempo para ir ao veterinario por ser fim de semana e o hospital veterinario de faro so tratar de caes e gatos . Lendo os textos nao sei se estao no activo mas gostava de saber se havera algumas chincilas para adoptar? joaotomasgg@gmail.com obrigado

» psisandra ( Sandra Fialho da Silva) » [ Europe/Lisbon ] 2004/09/28 21:00
Não Cigas, já foram todas adoptadas smile.gif Boa sorte em encontrar uma! beijinhos

» Cigas ( ) » [ Europe/Lisbon ] 2004/09/11 14:26
Boa tarde!!!
Sabe me dizer se ainda há chinchilas para adoptar??
Meu contacto é Tiagomarques69@hotmail.com

Agradecia resposta.

Obrigado

» Rowan ( Ísis Calió) » [ Europe/Lisbon ] 2004/08/02 16:43
PARABÉNS PELO ARTIGO... poucas pessoas tem noção q estes animais necessitam de alguns cuidados... e claro muito amor!!!

» psisandra ( Sandra Fialho da Silva) » [ Europe/Lisbon ] 2004/08/01 16:57
Obrigado Elisabete!! smile.gif As chinchilas que sobreviveram, apenas 16 sad.gif já têm todas dono! Apenas restam umas bebés que estão a ser alimentadas à mão com leite de substituição, mas essas acho que a Minda já se apaixonou demais por elas e vão ficar lá por casa mesmo! Obrigado a todos pela ajuda!!!!

» atlantic ( Elisabete Feitoria) » [ Europe/Lisbon ] 2004/08/01 09:52
Parabéns por um artigo tão completo e claro. Recordo que estão 30 chinchilas por adoptar na rede animalista.
TERMOS DE USO | Regras de Utilização | Felinus e Cia. - © 2001 - 2018 Equipa Felinus