Anúncios | Artigos | Galeria |  Fórum   | Eventos | Utilizadores | Top | Raças | Diários | Quem?

Utilizador:
Password:
Memorizar-me


== ARTIGOS ==
Site Felinus
Lazer
Entrevistas
Clipping
BD
Newsletters
Encontros
Ajuda
Notícias
Sobre o Site
Informação
Raças
Conselhos
Legislação
Notícias
Campanhas
Crónicas
Histórias Felizes
Ficção
Humor
Opinião
Livros
Revistas
Filmes
Lojas
Veterinários
Alimentação




Artigos  » Crónicas » Histórias Felizes

Por Que Jogaram Fora ?

Tiana era mais que uma criança esperta. Era muito inteligente e desenvolta para sua idade.

Além de tudo, amava os animais de todo coração, e sentia que seria capaz de fazer tudo por eles.

Algumas coisas da vida, Tiana entendia muito bem. Por exemplo, porque as flores murchavam e morriam tão depressa. Ou porque seu avô jamais voltaria. Ou ainda porque seu pai e sua mãe discutiam dia após dia, noite após noite. Essas coisas eram perfeitamente compreensíveis. A vida termina, as pessoas se vão, os que ficam às vezes brigam. Normal.

Mas algumas outras coisas, Tiana definitivamente não conseguia entender.

Como na vez em que voltava pra casa após a escola e viu um pombo ser atropelado. O motorista não ligou a mínima para o sofrimento da avezinha, e seguiu seu caminho, deixando-a pra trás. O pombo, felizmente, não sofreu maiores danos, ao contrário dos ouvidos do motorista. Tiana xingou naquele dia todos os palavrões que sabia.

De outra feita, presenciou os moleques da escola arrancarem as asas de uma borboleta. Bateu neles, mas, pequena que era, saiu levando a pior. Algumas manchas roxas, é certo... Mas isso não era nada. A borboleta estava vingada.

O pior dia na vida de Tiana foi aquele em que, saindo de casa, encontrou três filhotes de gato largados na calçada. Ela chorou, implorou, gritou, mas a mãe não a deixou levá-los para casa. E ninguém a sua volta parecia se importar. Os gatinhos miavam forte, enchendo os ouvidos de Tiana com os sons do desespero da fome. Resolveu que faria algo por eles, quer a mãe quisesse, quer não.

Voltou à calçada, levando leite e um pouco de carne moída que sobrara do almoço. Mas estava preocupada. Sabia que aquela não era uma boa comida para os gatinhos. Tiana era esperta, e sabia muitas coisas. Sua madrinha havia tido gatos a vida inteira, e a menina aprendeu muito sobre eles. Mas não havia coisa melhor para dar aos pequeninos.

Sentada na calçada ao lado dos gatinhos, Tiana pensava. O que haveria de fazer ? A mãe não os queria, e ninguém parecia se importar... A raiva enchia seu coração de criança. Por que os deixaram nascer se não os queriam ? Por que jogaram fora ? Estava acima de suas forças entender tamanha maldade.

Já estava desesperando, quando teve uma idéia. Correu para casa e pegou uma caixa de papelão e as roupinhas de suas bonecas. Trouxe também alguns lacinhos de cabelo, cartolinas e canetinhas.

Colocou os gatinhos na caixa de papelão e correu para a pracinha. Estava cheia de crianças com suas mães. Vários bebês brincavam na areia. Os bancos estavam cheios de senhoras de idade ( a mãe lhe havia dito para chamá-las assim ), que tagarelavam sobre os capítulos da novela.

Tiana não perdeu tempo. Escolheu os vestidos mais bonitos e colocou nos gatinhos. Enfeitou-os com lacinhos e os penteou cuidadosamente. Ficaram muito engraçados... Como bonecas peludas.

A menina pegou as cartolinas e escreveu nelas: "Gatinhos para doação. Tenha um amigo peludo. Leve para sua casa o amor de sua vida. Veja como são engraçadinhos !"

Tiana pôs-se a gritar: "Lindos gatinhos ! Gatinhos fofinhos ! Quem vai querer um gatinho ?"

As pessoas ficaram espantadas. Mais espantadas ainda ficaram ao ver os três gatinhos vestidos como bonecas. Algumas não agüentaram e rolaram de rir.

Uma senhora levantou-se do banco. E perguntou à Tiana: "São seus ?"

E a menina, brava, respondeu: "Mas é claro que não ! Se fossem, eu jamais abandonaria ! E não ia me separar deles por nada desse mundo !"

A senhora, longe de se importar, disse-lhe: "Tem toda a razão. Você é uma criança inteligente. São crianças como você que me fazem ter fé no futuro." E completou: "Eu fico com os três."

Tiana ficou tonta, não podia acreditar... Era sorte demais ! Três gatinhos de uma só vez !

A senhora disse-lhe: "Meu nome é Júlia. Adoro gatos. Convivo com eles desde pequena. Eu estava sentada naquele banco muito triste, porque ontem à noite morreu minha companheira de muitos anos, uma linda e meiga gata branca chamada Princesa. Estava pensando nela quando ouvi sua voz."

Tiana ficou com os olhos cheios d'água. Os gatinhos teriam a melhor mãe do mundo, melhor até do que ela mesma.

E Júlia agradeceu à menina por haver lhe dado tanta alegria. E Tiana não podia acreditar em como Deus era bom... Trocaram os endereços, e promessas de continuarem se encontrando.

A noite estava caindo. A mãe de Tiana devia estar quase doida com seu sumiço. A menina despediu-se de cada gatinho com um beijo e os entregou à senhora, que os abraçou com carinho e os carregou no colo.

Claro que, quando chegou em casa, Tiana teve que ouvir uma grande bronca da mãe. E ficou de castigo por um mês. Mas nada disso importava.

Tiana deitou-se aquecida com a chama do amor. E dormiu o sono dos anjos.

- clauporto (Claudia Porto) [ Europe/Lisbon ] 2004/04/25 17:19

Versão para Impressão Enviar a um amigo

» Guida ( Guida) » [ Europe/Lisbon ] 2008/08/08 00:18
Que história tão linda smile.gif

» anajorge ( Ana Antunes) » [ Europe/Lisbon ] 2005/05/11 15:28
Não consigo conter as lágrimas. Se todas as crianças fossem assim, ensinadas ou não, o mundo seria concerteza diferente e muito melhor.

» netinho ( Sílvia Neto) » [ Europe/Lisbon ] 2005/01/10 13:25
Era tão bom q as pessoas hoje em dia ensinassem todas crianças a gostar de animais....

» Becas ( Fernanda Ferreira) » [ Europe/Lisbon ] 2004/05/18 23:41
Excelente história.

» AngelaMonte ( Angela Monte) » [ Europe/Lisbon ] 2004/05/15 16:04
que linda história! laugh.gif

» Guida ( Guida) » [ Europe/Lisbon ] 2004/05/07 15:45
smile.gif
Gostei muito da história smile.gif

» beijaflor ( ) » [ Europe/Lisbon ] 2004/04/28 16:58
Ainda existem almas maiores k o universo... Parabéns pela sua existência neste planeta.

» Inner_Silence ( Leonor Calaça) » [ Europe/Lisbon ] 2004/04/27 15:58
Adorei! Devai haver mais pessoas como a Tiana, menos como a besta que teria deixado os bebés no passeio... Eu também sofro muito com a indiferença das pessoas perante o sofrimento animal. Se algum dia (que os deuses o impeçam) eu magoar um animal sem querer, não vou andar como se nada fosse! Claro que vou fazer tudo o que estiver ao meu alcance... Não entendo como se pode seguir caminho como se nada fosse...

» ZicaCabral ( Zica CAldeira Cabral) » [ Europe/Lisbon ] 2004/04/27 00:11
muito bonito o conto. Comovente

» hecep ( Helena Cepeda) » [ Europe/Lisbon ] 2004/04/26 16:21
smile.gif Faz-se sempre uma diferença!
Gostei muito!

» Ana Ramos ( Ana Ramos) » [ Europe/Lisbon ] 2004/04/25 22:02
lindo....

» terry ( Teresa Jacinto) » [ Europe/Lisbon ] 2004/04/25 18:10
Adorei conhecer a Tiana.
TERMOS DE USO | Regras de Utilização | Felinus e Cia. - © 2001 - 2018 Equipa Felinus