Anúncios | Artigos | Galeria |  Fórum   | Eventos | Utilizadores | Top | Raças | Diários | Quem?

Utilizador:
Password:
Memorizar-me


== ARTIGOS ==
Site Felinus
Lazer
Entrevistas
Clipping
BD
Newsletters
Encontros
Ajuda
Notícias
Sobre o Site
Informação
Raças
Conselhos
Legislação
Notícias
Campanhas
Crónicas
Histórias Felizes
Ficção
Humor
Opinião
Livros
Revistas
Filmes
Lojas
Veterinários
Alimentação




Artigos  » Site Felinus » Notícias

Cadela Rosie chamada a um tribunal de Nova Iorque





Autor: Reprodução
Cadela Rosie chamada a um tribunal de Nova Iorque

Foi um momento de tensão na sala de audiências do tribunal de Poughkeepsie quando foi pedido a uma menina de 15 anos, vítima de abuso sexual durante 4, para identificar o homem que a tinha violado. A menina pareceu congelar.E, nessa altura, um focinho peludo com um nariz castanho e húmido apareceu sobre a tribuna e empurrou o seu braço. A atitude da menina alterou-se e conseguiu apontar para o homem, que estava presente no tribunal, e conseguiu continuar com o seu testemunho. O homem foi considerado culpado e enfrenta uma pena entre 25 anos e prisão perpétua.

O focinho que ajudou a menina a ultrapassar aquele momento difícil a 13 de Junho pertence a Rose, chamada carinhosamente Rosie, uma cadela de serviço golden retriever com 11 anos cuja especialidade é confortar pessoas.

É a primeira vez no Estado de Nova Iorque que um cão de serviço se sentou no banco de testemunhas durante um julgamento.‘Tinha o coração na boca’ afirmou Sherry Cookinham, a supervisora da Instituição Children’s Home em Poughkeepsie, que tem estado a ajudar a menina adolescente. Eu percebi naquele momento que a Rosie estava a fazer o seu trabalho e que a menina ia ficar bem.

Na instituição Children’s Home ouviram falar de cães de tribunal utilizados noutros Estados, pensaram que seriam perfeitos para este caso sensível e começaram a investigar as opções disponíveis. Uma da pessoas com quem falaram foi Dale Picard, co-fundador de uma organização chamada ECAD (Educated Canines Assisting with Disabilities) com a sua mulher Lu. ECAD é uma organização sem fins lucrativos de Nova York e do Conneticut que ensina adolescentes problemáticos, que frequentam escolas especiais, a treinar cães. Este processo ajuda os adolescentes a aprenderem disciplina e responsabilidade enquanto estão a treinar cães de serviço.
Já treinaram mais de 200 cães que foram trabalhar numa dúzia de Estados. Quando Cookinham contactou Dale Picard, este sabia que tinha o cão perfeito para a tarefa. ‘Eu percebi muito cedo, enquanto a Rosie crescia, que era uma cadela muito especial’, disse Picard. Ela conseguia acalmar crianças e crianças com problemas gravitavam para ela’.
Picard é o dono e treinador da Rosie desde que a cadela nasceu. Tem tentado utilizar cães em tribunais de Nova Iorque desde há 2 anos e disseram-lhe muitas vezes que isso nunca aconteceria porque seria um factor de distracção e poderia influenciar o júri. ‘As pessoas falam alto e gritam e isso faz com que as crianças se fechem. Se nós pudermos dar-lhe a companhia de um cão durante a audiência, fará uma grande diferença na forma como as crianças respondem. ‘Quando Picard foi contactado acerca deste caso, estava disposto a fazer tudo o que fosse preciso para que Rosie estivesse na audiência. Durante as 6 semanas seguintes, Rosie passou tempo com a vítima na Childern’s Home, com o juiz e dentro do tribunal. ‘Eu sou uma grande defensora de que se há alguma coisa legal que possamos fazer para ajudar uma vítima, temos a obrigação de o fazer’, afirmou Kristine Hawlk, a procuradora distrital de Justiça responsável pelo caso. ‘Rosie foi totalmente discreta. Fez tudo o que devia fazer’.O advogado de Defesa, David Martin, opôs-se à presença da cadela. Não respondeu aos nossos telefonemas para comentários. Lori Stella é a assistente social que tomou conta da vítima e que testemunhou para que fosse permitido a Rosie entrar no tribunal.


Fonte: ABC News







- AnaBeatriz (Ana Beatriz) [ Europe/Lisbon ] 2011/07/07 10:36

Versão para Impressão Enviar a um amigo

» aslpetrini@sapo.pt ( Maria de Lourdes Petrini) » [ Europe/Lisbon ] 2011/07/10 16:47
Agradeço o complemento da notícia, que ficava um bocado "coxa" na primeira versão.
Quando a Ana deu a informação, eu calculei que seria algo semelhante.
Estes cães, para além de serem treinados devem também ter uma grande compreensão sobre o estado de espírito das pessoas e actuam na hora.
Devia haver mais organizações para exercerem estes ensinamentos a fim de ajudarem quem necessita.
E certamente não são apenas os animais de raça que têm estas capacidades...
Saudações.

» luisa_coelho ( Luísa Coelho) » [ Europe/Lisbon ] 2011/07/08 15:50
Está na 1ª página wink.gif

'Foi um momento de tensão na sala de audiências do tribunal de Poughkeepsie quando foi pedido a uma menina de 15 anos, vítima de abuso sexual durante 4, para identificar o homem que a tinha violado. A menina pareceu congelar.E, nessa altura, um focinho peludo com um nariz castanho e húmido apareceu sobre a tribuna e empurrou o seu braço. A atitude da menina alterou-se e conseguiu apontar para o homem, que estava presente no tribunal, e conseguiu continuar com o seu testemunho. O homem foi considerado culpado e enfrenta uma pena entre 25 anos e prisão perpétua.'

» aslpetrini@sapo.pt ( Maria de Lourdes Petrini) » [ Europe/Lisbon ] 2011/07/08 13:58
Bom, assim "tá" melhor... lol
E digam lá que os animais não são uma presença reconfortante e amiga...
Obrigado Ana.
Ai a curiosidade....
Saudações.

» Ana Ramos ( Ana Ramos) » [ Europe/Lisbon ] 2011/07/07 16:21
Diz. A menina sentiu-se sem medo a à vontade para falar e acusar o culpado ao lado da cadela.

Em vários locais isto tem acontecido. Um cão num tribunal faz com que este nao seja tão intimidante para a crainça

» aslpetrini@sapo.pt ( Maria de Lourdes Petrini) » [ Europe/Lisbon ] 2011/07/07 13:35
Mas a notícia não informa o que aconteceu ?
Em que é que a Rosie ajudou a menina e porque foi a tribunal ?
Seria interessante saber-se...
Saudações.
TERMOS DE USO | Regras de Utilização | Felinus e Cia. - © 2001 - 2018 Equipa Felinus