Anúncios | Artigos | Galeria |  Fórum   | Eventos | Utilizadores | Top | Raças | Diários | Quem?

Utilizador:
Password:
Memorizar-me


== ARTIGOS ==
Site Felinus
Lazer
Entrevistas
Clipping
BD
Newsletters
Encontros
Ajuda
Notícias
Sobre o Site
Informação
Raças
Conselhos
Legislação
Notícias
Campanhas
Crónicas
Histórias Felizes
Ficção
Humor
Opinião
Livros
Revistas
Filmes
Lojas
Veterinários
Alimentação




Artigos  » Informação » Raças

"Iguana iguana"

Autor: desconhecido
Iguana verde

A Iguana é talvez um dos répteis de maior expressão em cativeiro, juntamente com as tartarugas. Nos Estados Unidos, a “Iguana iguana”, mais conhecida por Iguana verde é, no segmento dos répteis, o animal de estimação mais popular, sendo considerado como “the first reptile pet”. Na Europa não é ainda tão popular como nos EUA mas tem crescido o número de exemplares criados em cativeiro e os amantes deste animal começam a surgir em todo o lado. E no nosso país é o lagarto mais comum como animal de estimação.




ORIGEM


A “Iguana iguana” pertence à família Iguanidae, que possui 5 subfamílias; 54 géneros e mais de 700 espécies. A família Iguanidae é encontrada nas Américas do Norte, Central e Sul (do Sudoeste do Canadá até à Terra do Fogo); na Ilha de Madagáscar, na África; e nas Ilhas Fiji, na Ásia.


APARÊNCIA E TAMANHO


Este réptil nasce medindo cerca de 15 a 25cm e, sendo criada em cativeiro, a Iguana pode medir entre 1,5 a 1,8 metros; já na natureza pode chegar a atingir os 2 metros.

O corpo é forte, comprimido lateralmente, sendo 2/3 correspondentes ao comprimento da cauda. Os membros são bem desenvolvidos e fortes, com dedos compridos. Apresenta uma enorme escama arredondada abaixo do tímpano, uma prega de pele na zona do pescoço e uma crista no alto da cabeça, características mais desenvolvidas nos machos. As pálpebras são formadas por grânulos, espessadas nas bordas e fecham-se completamente. A coloração nos jovens é verde intensa e com o passar dos anos vão aparecendo listras escuras ao longo do corpo e da cauda. A Iguana vive, em média, 15 anos.


ALIMENTAÇÃO


Hoje em dia há rações importadas destinadas à alimentação de praticamente toda a variedade de animais de estimação, mesmo os exóticos. Há, portanto, rações apropriadas para os répteis e que pode complementar com outras alternativas, de modo a se proporcionar uma alimentação mais variada e adequada a este tipo de animal.

Embora já se tenham observado iguanas a comer insectos, tal alimentação não é apropriada a este animal e só se verifica em animais encontrados fora do seu habitat natural. Dada a anatomia e fisiologia deste réptil, o seu aparelho digestivo está vocacionado para a ingestão de plantas ricas em fibra e a extracção de grande quantidade de água dos alimentos. Ainda se encontram algumas dicas incorrectas relativamente à alimentação de insectos destes animais. Porém, nos últimos anos o conhecimento evoluiu e foi-se descobrindo qual a alimentação mais correcta, de modo a que possam viver em cativeiro até aos 15-20 anos, sem problemas de saúde no seu organismo.

As iguanas são animais exclusivamente herbívoros. Aceitam em cativeiro uma mistura de vários legumes (por exemplo cenoura, batata, beterraba, nabo, agrião, alface, abóbora, couve-flor, alfafa) e frutas, bem como flores de Hibisco, Macieira e pétalas de rosa. E não esquecer de que deverá ser dado um suplemento diário de cálcio (por exemplo a parte dura do choco, raspada).


Autor: Telma Barafusta
Iguana Arrábida

CARÁCTER


A enorme popularidade da Iguana só foi consagrada graças ao seu temperamento. Ela é de fácil adaptação, interage com o homem e é a mais "dócil" entre todas as espécies de répteis. Embora seja impossível domesticá-los, até porque não existe réptil emotivo ou domesticável, o temperamento manso e dócil, facilita e minimiza o nível de stress a que o animal é exposto. Está provado por cientistas que o cérebro das Iguanas, têm estrutura extremamente primitiva, não tendo condições de sentir qualquer tipo de afecto. O que ela percebe, na verdade, e a isso se condiciona, é o que o somatório dos seus sentidos - visão, olfacto, paladar e hábitos frequentes - pode distinguir. O que se nota é que o nível de condicionamento da Iguana é ilimitado, e um convívio prolongado com o mesmo ser humano pode levar a manifestações de reconhecimento muito similares às dos mamíferos, mas nunca igual. Territorialista, defende-se dando mordidas e chicotadas com a cauda imensa.


REPRODUÇÃO


O sexo da Iguana é de difícil constatação para o dono que principia o contacto e os conhecimentos com este animal de estimação. Um especialista pode descobri-lo visualmente, quando adulto (a partir dos quatro anos) pelos poros femorais (estruturas na parte interna das coxas das patas posteriores), bem maiores e mais visíveis nos machos do que nas fêmeas. Os machos Iguana também têm tanto a crista como o papo mais desenvolvido que as fêmeas. Também poderá ser feito um exame utilizando instrumentos e pode ser feito inclusivé em filhotes para distinguir o sexo destes animais. A reprodução da Iguana Verde, em cativeiro, é considerada fácil. A fêmea entra no período fértil cerca de dois meses antes do verão e o acasalamento é normal, como o dos cães, por exemplo. O macho pode morder a nuca da parceira durante a cópula, chegando a provocar sangramento, o que é normal. A fêmea abandona os ovos, em média 25, que eclodem entre 60 e 85 dias depois. Se os pais forem mansos, os filhotes podem ser mantidos com eles, desde que haja espaço para toda a família


AMBIENTE EM CATIVEIRO


A criação de répteis em cativeiro deve ser feita com algum conhecimento do animal e do que este precisa no seu meio ambiente, mesmo que este seja o da nossa casa.
As Iguanas precisam de alguns cuidados especiais pois como répteis que são, necessitam da luz e do calor do sol para realizar a sua digestão, absorção de cálcio e demais nutrientes, formação de anticorpos, crescimento e maturação sexual.

Autor: desconhecido
Iguana em cativeiro
A temperatura é um dos factores ambientais mais importantes para o comportamento das iguanas, uma vez que elas são ectotérmicas, o que significa que dependem de uma fonte de calor externa para regularem a sua própria temperatura corporal. Durante o dia, as iguanas devem estar submetidas a uma temperatura que varia entre os 25ºC e os 32ºC; à noite, a temperatura deverá baixar até aos 25ºC. Quanto mais quente estiver o ambiente, mais activa está a iguana e mais rapidamente digere o alimento.

O calor fornecido pelo sol pode ser facilmente substituído por lâmpadas incandescentes de foco dirigido ou não, com luz durante o dia, mas à noite esta luz deve ser apagada, mantendo-se apenas o calor emitido. Isto é possível com lâmpadas aquecedoras, que não emitem luz, apenas calor, lâmpadas infravermelhas, as específicas para uso em iguanas ou lâmpadas de luz arroxeada, também específicas para uso em iguanas e demais répteis.

Em termos de humidade, o local onde vive a iguana em cativeiro deverá ser humidificado com a ajuda de um spray, 2 a 3 vezes por dia, de modo a que demore perto de duas horas a secar.

Para garantir as melhores condições a este réptil é fundamental oferecer um ambiente que combine temperatura, humidade, luz, alimentação e espaço físico. Assim, pode preparar um reptilário, ou seja, um espaço próprio para a sua Iguana poder crescer com todas as condições mais próximas das do seu ambiente natural. Num próximo artigo encontrará as indicações de como fazer um terrário para a sua iguana.


Bibliografia:
http://www.petsite.com.br/
http://www.iguana.com/
http://www.thewildones.org/Animals/iguana.html

- MMonte (Madalena Monte) [ Europe/Lisbon ] 2007/09/19 00:41

Versão para Impressão Enviar a um amigo

» Texuga ( Marisa Simão) » [ Europe/Lisbon ] 2009/02/05 17:25
Mais um artigo mal escrito... com erros e falhas graves...
As iguanas são tudo menos "os répteis mais dóceis"... Podem ser, e muitas vezes são-no, especialmente em época de reprodução, extremamente agressivas e causar lesões muito graves aos humanos. Não é um animal para principiantes.

» ana serra ( ana cláudia borges mascarenhas serra) » [ Europe/Lisbon ] 2008/03/18 11:26
Não lhes faço mal,mas iguanas não são a minha paixºao,respeito,no entanto,quem as tem e se afeiçoa,têm direito a uma boa vida,como qq outro animal.
TERMOS DE USO | Regras de Utilização | Felinus e Cia. - © 2001 - 2018 Equipa Felinus