Anúncios | Artigos | Galeria |  Fórum   | Eventos | Utilizadores | Top | Raças | Diários | Quem?

Utilizador:
Password:
Memorizar-me


== ARTIGOS ==
Site Felinus
Lazer
Entrevistas
Clipping
BD
Newsletters
Encontros
Ajuda
Notícias
Sobre o Site
Informação
Raças
Conselhos
Legislação
Notícias
Campanhas
Crónicas
Histórias Felizes
Ficção
Humor
Opinião
Livros
Revistas
Filmes
Lojas
Veterinários
Alimentação




Artigos  » Informação » Conselhos

10 Conselhos para uma casa livre de envenenamentos

Plantas perigosas

1 – Escolha as plantas a ter em sua casa ou no seu jardim. A ingestão de algumas plantas pode ser fatal para o seu cão/gato, por isso informe-se quais as plantas que não sejam perigosas para a saúde do seu animal.

2 – Quando estiver a limpar a casa não permita o acesso do seu cão/gato à área que esteja a limpar ou onde guarda os seus artigos de limpeza. Os detergentes para limpeza podem trazer problemas à saúde dos animais e alguns deles podem ter ingredientes que sejam apelativos ao olfacto do seu cão/gato mas tóxicos se forem ingeridos.

3 - Se utilizar armadilhas para apanhar ratos ou outros pequenos animais tenha atenção onde coloca as armadilhas de modo a ficarem inacessíveis ao seu animal.


4 – Nunca dê ao seu cão/gato medicamentos sem indicação do veterinário. Muitos medicamentos que são usados com segurança em humanos podem ser mortais quando usados inapropriadamente, e mesmo quando usados em pequenas quantidades.

5 – Mantenha todos os medicamentos fora do alcance do seu animal, de preferência em armários ou gavetas fechadas. Medicamentos como anti-depressivos, vitaminas, medicamentos para dietas, drogas de combate ao cancro, analgésicos são apenas alguns exemplo de medicamentos para humanos que podem ser fatais para os animais, mesmo em doses mínimas.
cuidado com chocolates

6 – Nunca deixe chocolates ao alcance do seu cão ou gato. Uma pequena quantidade apenas pode causar problemas na sua saúde e fatal se em grande quantidade, devido a uma substância chamada teobromina.

7 – Muitos produtos encontrados em qualquer apartamento podem ser perigosos aos cães e gatos. Por exemplo óleos de potpourri, panos de limpeza impregnados com substâncias, detergentes para lavagem da loiça, pilhas, plasticina, cigarros, borras de café e bebidas alcoólicas.

8 – Todos os produtos para os automóveis deverão ser guardados em espaços fora do alcance dos animais. Produtos como óleo, gasolina e líquido anti-congelante podem ser fatais ao seu animal.

9 – Antes de adquirir produtos para pulgas ou carraças fale com o veterinário do seu animal ou aconselhe-se numa loja especializada de produtos para animais sobre o recomendado para o seu gato/cão. Leia toda a informação presente no rótulo da embalagem e utilize-o nas quantidades indicadas e para o animal em questão. Se o produto for para cães não o utilize em gatos e vice-versa.

10 – Quando tratar do ser jardim ou relvado e utilizar fertilizantes, herbicidas ou insecticidas, mantenha sempre o seu animal longe da área a ser tratada durante o período de utilização e respeitando o tempo necessário para que se possa circular novamente pela área em segurança.



Bibliografia:
http://www.healthypet.com
Dicas compiladas por: Jill A. Richardson, DVM.
Veterinary Poison Information Specialist
ASPCA National Animal Poison Control Center
Traduzido por: MMonte

- MMonte (Madalena Monte) [ Europe/Lisbon ] 2007/11/06 22:09

Versão para Impressão Enviar a um amigo

» Chamarrita-Pandeireta ( Castelo de Xavier) » [ Europe/Lisbon ] 2009/11/08 13:59
há uma planta, o oloendro (vulgarmente conhecido como loureiro de jardim), em que TODAS as partes são extremamente tóxicas. Já foi reportado pelo menos um caso de intoxicação INDIRECTA, por ingestão de caracóis q se alimentavam dessa planta. Cresce naturalmente e vê-se bastante nos separadores das autoestradas. MUITO cuidado com ela, a morte sobrevem em meia hora.

» joy ( Jorge Lima) » [ Europe/Lisbon ] 2007/12/11 07:50
De facto cometi o mesmo erro. Habituado a tratar de cães que nunca tiveram qualquer problema ao serem lavados com pecusanol, decidi lavar o meu gato que esta cheissimo de pulgas. O pobre do animal ainda não tinha 5 meses e logo durante o banho parecia um pouco "engasgado", mas entretanto passou. Passados alguns minutos começou a ter ataques (pareciam ataques epilectricos). Pensando que seria hipotermia, coloquei-o junto a um aquecimento mas passadas horas só piorava e não havia veterinários abertos. Numa altura em que ele estava já quase inanimado decidi ir a farmacia onde me deram uma injecção para intoxicações. Eu mesmo dei-lhe a injecção e a verdade é que passadas 2 horas tinha o meu gato brincalhão de volta smile.gif Durante alguns dias andou um pouco frágil assustado mas já está a voltar ao normal.

Penso que não vou ter coragem de o lavar novamente...

» cristinamorim ( Cristina Amorim) » [ Europe/Lisbon ] 2007/11/17 22:52
Em relação aos produtos para pulgas, já cometi um erro terrivel, embora inconciente.
A minha gata apanhou uma verdadeira praga de pulgas que estava a ser muito dificil de exterminar. Dirigi-me a uma loja (com consultório veterinário), e pedi algo para as pulgas dos gatos.
Foi-me dado o"Pecusanol", que não tinha qualquer informação de que não se podia utilizar em gatos.
Tinha todas as instruções para utilizar em grandes quantidades , mas não em apenas um animal.
Como era para passar na ultima água do banho, enchi a banheira com água, e deitei-lhe uma tampa do produto. Esta quantidade é do tamanho de meio dedal da costura, ou seja pequenissimo.

Meia hora mais tarde a minha gata estava morta, envenenada, dentro do consultório do mesmo veterinário onde tinha comprado o remédio. Ele nem tinha antidoto, e acho que nem sabia que aquilo estava ali á venda.
TERMOS DE USO | Regras de Utilização | Felinus e Cia. - © 2001 - 2018 Equipa Felinus